Nûby Dreambaby Adoleta Bebê

Digite abaixo e pressione Enter:

Parto normal ou cesárea? Conheça as diferenças.

Para a maioria das mulheres, a gravidez é repleta de expectativas e incertezas. E, além das dúvidas convencionais, a escolha do tipo de parto também costuma tirar o sono de muitas.

Os dois tipos de parto, popularmente conhecidos como parto normal e cesárea, têm seus benefícios e dificuldades. Mas muito depende da decisão da mãe e do decorrer da gestação, assim como do dia do parto em si.

A cesárea se tornou um dos procedimentos mais comuns no país; quase 50% dos partos brasileiros são realizados dessa maneira. Na América Latina, o Brasil está em primeiro no ranking dos que mais realizam a cirurgia. A OMS (Organização Mundial da Saúde), por sua vez, preconiza que somente 15% dos partos sejam cirúrgicos. Ou seja, que sempre que possível, a orientação dos médicos para as mães seja para o parto normal.

Separamos algumas informações e diferenciações entre os partos que podem ajudar na hora de tomar a decisão e conversar com o obstetra!

Tempo de parto

O tempo de cesárea tende a ser bem menor que o do parto normal. Normalmente, em cerca de 45 minutos a cirurgia termina, enquanto que o parto normal pode durar mais de 8 horas. Outra diferença é que, enquanto que a cesárea é possível ser agendada, no parto normal isso não é possível. Como ele depende de vários fatores biológicos (posicionamento do bebê, rompimento da bolsa, etc) é necessário esperar a natureza dar o seu sinal.

Dor

Um dos pontos que favorece a escolha pela cesárea é a dor; as gestantes têm medo da dor que sentirão durante o parto normal. No entanto, mesmo no parto normal, quando a dor se torna intolerável, é possível receber anestesia local para diminuir o desconforto. Além disso, é possível utilizar técnicas de respiração e massagem, com movimentos circulares nas costas da gestante.

No caso do parto normal, o maior nível de dor ocorre durante o parto. Mas após, apesar de desconfortos ainda poderem ficar, e do próprio cansaço, a dor desaparece.
Já no caso da cesárea, o momento do parto não há a presença das dores que ocorrem no normal. Mas a recuperação depois do procedimento pode ser bem desconfortável e com dores.

Recuperação

Como é uma cirurgia, a cesárea tem um tempo de recuperação maior. No parto normal a mulher pode receber alta hospitalar em aproximadamente 24 horas. Já na cesárea, a paciente fica em observação no hospital de dois a três dias.

Nos primeiros dias é bom se preparar para o desconforto e para dores. Andar pode ser um pouco difícil, assim como realizar atividades simples, como por exemplo tomar banho. A mulher pode começar a fazer caminhadas leves após 15 dias da cesárea. Porém, atividades de maior esforço, como subir escadas, levantar algum peso, mesmo que moderado, ou retomar a atividade sexual, precisarão esperar um pouco mais: cerca de um mês.

A escolha é da mãe

Caso a gestação não apresente nenhuma complicação que pode indicar a necessidade de ser uma cesárea, é interessante a mãe conversar com o obstetra para juntos avaliarem a melhor opção. A escolha do tipo de parto deve sempre ser orientada pelo obstetra, levando em consideração o desejo da mulher, assim como o estado geral de saúde da mãe e do bebê, para que sejam avaliados os riscos relacionados com cada tipo de procedimento.

É importante destacar que a cesárea não deve ser encarada sempre como a vilã dos partos! Esse procedimento pode ser a opção mais segura em situações de risco, quando há risco iminente de morte para a gestante ou para o bebê, como em casos de descolamento de placenta, situações de má-formação cardíaca que impeça a mãe de fazer esforço no parto normal, ricos de eclâmpsia ou pré-eclâmpsia, presença de herpes genital e outras situações de risco a serem avaliadas pela equipe médica.

O importante é se informar sobre cada tipo de parto e tomar uma decisão com base na informação.

 

FONTE: Tua Saúde, Materlife, Dráuzio Varella.






 

 

 

Voltar
Conheça nossas marcas:
Nûby
dreambaby
Adoleta
QUER SABER DAS NOVIDADES ANTES DE TODO MUNDO?
INFORME SEU E-MAIL AQUI ;)

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.

Minhas Opções Aceito

Quem pode usar seus cookies?

×

Cookies necessários

São essenciais pois garantem o funcionamento correto do próprio sistema de gestão de cookies e de áreas de acesso restrito do site. Esse é o nível mais básico e não pode ser desativado. Exemplos: acesso restrito a clientes e gestão de cookies.

Cookies para uma melhor experiência (1)

São utilizados para dimensionar o volume de acessos que temos, para que possamos avaliar o funcionamento do site e de sua navegação e para oferecer a você melhores produtos e serviços. Exemplos: Google Tag Manager, Pixel do Facebook, Google Ads, Google Analytics.mais detalhes ›

Google Analytics

Cookies de targeting/publicidade (1)

Pixel do Facebook: Com o pixel do Facebook, buscamos rastrear algumas das suas ações dentro do nosso site a fim de melhorar a sua experiência com os nossos anúncios.mais detalhes ›

Marketing

Salvar Preferências