Nûby Dreambaby Adoleta Bebê

Digite abaixo e pressione Enter:

Importância da vacinação

As vacinas são importantes aliadas da saúde da população mundial. Graças ao descobrimento delas e sua aplicação nos sistemas de saúde, é que foi possível erradicar inúmeras doenças ou diminuir drasticamente a incidência de muitas outras. Mas, apesar da série de benefícios que as vacinas trazem, elas geram muitas dúvidas e muitos pais ficam com o pé atrás se devem ou não vacinar seus filhos. E isso tem sido uma crescente preocupação.

 

Por que é importante?

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacinação foi responsável por um aumento de cerca de 30 anos na expectativa de vida da população. E não é só isso, a vacinação ajuda a prevenir uma média de três milhões de mortes por ano causadas por diversas doenças. Graças à vacina é que também foi possível erradicar doenças altamente contagiosas e perigosas, como a varíola. Tudo isso colaborou para que o número de internações e mortes por doenças infecciosas caísse.

 

O perigo de não estar vacinado é enorme e á deixar o organismo suscetível à doenças que a vacina protegeria. O calendário de rotina das crianças, há vacinas para várias doenças que podem ser muito graves ou mesmo fatais. É o caso da poliomielite, difteria, coqueluche, tétano, tuberculose, meningite por vários tipos de bactéria, pneumonias graves, sarampo, caxumba, rubéola, varicela, diarreia por rotavírus e influenza. No calendário dos adolescentes e adultos também há várias vacinas fundamentais, como HPV, influenza, meningite, pneumonia, herpes zoster. São muitas doenças com sérios impactos na saúde e que são combatidas pelas vacinas.

Mas e as reações? Devo me preocupar?

 

Se você fica em dúvida se vacinas podem dar reações, a resposta é sim. Isso pode acontecer, mas os benefícios superam de longe os riscos (que são mínimos). Isso porque as vacinas aplicadas no Brasil tem a eficácia cientificamente comprovada. Ou seja, não vai para hospitais e postos de saúde algo que pode causar riscos de vida mais do que cuidar. 

Além disso, elas são avaliadas e aprovadas com muita rigidez. No Brasil, essa função cabe à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão do Ministério da Saúde (MS).

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, apenas cerca de 5 a 10% dos casos de vacinação causam reações como inchaços, vermelhidão e dos no local. Já as reações como febre, mal-estar e dor de cabeça , ocorrem em apenas 2% dos casos. E as reações mais graves, correspondem a cerca de 0,05%. Por isso que também é importante informar ao pediatra qualquer tipo de problema de saúde que tenha e medicamentos que esteja usando, pois isso pode influenciar na reação a vacina e se a a necessidade de adiar a data de vacinação. O médico pediatra também deve sempre ser consultado para uma orientação segura.

 

É ilegal não vacinar?

 

Deixar de imunizar as crianças na época adequada é ilegal no Brasil, sim. Esse é um direito assegurado há 29 anos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas, lembrando que, quando ainda é criança, o seu filho não tem o poder de escolha sobre a vacinação e depende totalmente de você. A vacina é algo que não deve ser vista como inimigo, elas foram criadas com o intuito de proteger e livrar a humanidade de doenças terríveis. O importante é, sempre que houver dúvidas, consulte um médico e, se for necessário, peça uma segunda opinião. O fundamental é se informar para entender a diferença que a vacinação pode fazer na vidas das crianças.

 

Fontes: 

https://paisefilhos.uol.com.br/pfnoinsta/vacinar-e-a-melhor-forma-de-combater-as-doencas-entenda-a-importancia-de-proteger-sua-familia/

http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/745-acoes-e-programas/vacinacao/40603-importancia-da-vacinacao

http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/vacinareproteger/

https://www.einstein.br/noticias/noticia/a-importancia-da-vacinacao

 

Voltar
Conheça nossas marcas:
Nûby
dreambaby
Adoleta
QUER SABER DAS NOVIDADES ANTES DE TODO MUNDO?
INFORME SEU E-MAIL AQUI ;)