Nûby Dreambaby Adoleta Bebê

Digite abaixo e pressione Enter:

Quando é a hora ideal de desmamar o bebê?

Um dos assuntos maternos que mais geram dúvidas para as mamães é quando é a hora certa de desmamar o bebê. Em primeiro lugar é preciso saber que não existe um momento ideal, um padrão a ser seguido. A recomendação do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde, além da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Academia Americana de Pediatria, é de que a amamentação seja exclusiva até os 6 meses de vida e complementar até os 2 anos.

Na prática, o desmame vai depender do bebê e da mãe, onde precisam ser considerados uma diversidade de fatores, desde suas rotinas até mesmo situações de saúde. O mais importante é encontrar um caminho para que não seja um processo traumatizante para nenhum dos dois.

 

Como sei que está na hora de desmamar?

Felizmente, a natureza tem perfeições que fazem com que comportamento dos nossos pequenos nos mostrem sinais de que está preparado para essa mudança. Um deles é quando a criança começa a ter um comportamento com o seio como se estivesse como uma chupeta na boca, ao invés de sugar o leite. Outro sinal é quando, sempre que vê a mãe, pede o seio, fica poucos minutos e já não quer mais e parte para outra atividade.

Caso você esteja querendo fazer desmame, lembre-se de procurar fazer isso de forma tranquila. Não engane o seu filho fingindo ter dor nos seios, que está machucado ou até mesmo colocar pimenta ou alimentos amargos. Infelizmente a quem faça e até indique fazer isso, mas muitos profissionais, inclusive especializados em amamentação, são contra esse tipo de prática. Pois pense: o aconchego do seu colo, do contato de pele com você na hora da amamentação, de repente é cortado bruscamente. Como acha que isso funciona na cabecinha de uma criança? Eles não conseguem processar isso de forma saudável e as próprias mães acabam sofrendo também.

A nutrição do bebê vai sofrer?

Mesmo aos 2, 3, 4 anos, o leite materno ainda alimenta e nutre. Se o seu bebê for uma criança saudável, o processo de deixar o leite materno e iniciar a introdução de outros leites e alimentos não deverá interferir na nutrição. Mas é importante o desmame ocorrer de forma correta com o acompanhamento do pediatra. Converse com ele sobre como deverá proceder com a alimentação, que precisa ser saudável. É preciso identificar as necessidades da criança para que sua saúde não seja afetada.

 

Parei de amamentar e ainda tem leite. O que fazer?

Normalmente isso é um indicativo que o desmame foi rápido demais. À medida em que o bebê para de mamar, o corpo para de produzir leite. Ordenhe o leite, mas lembre-se de não tirar tudo, pois isso vai estimular mais a produção. Faça compressas frias, elas ajudam a “secar” o leite. Mas, se a produção continuar, procure o pediatra ou uma especialista em amamentação para ajudá-la.

 

Minha ligação e do meu bebê vai se perder?

Fique tranquila, mamãe. O desmame é um processo natural, por isso é desaconselhável apressá-lo. Mas o ato de parar de amamentar não vai fazer com que seus laços com seu filho sejam quebrados. Na verdade, agora é a hora de valorizar e descobrir novas formas de ligação com seu filho, como em um banho gostoso, contar histórias antes de dormir, uma música que cantam juntos.

 

FONTES: Revista Crescer, Bebê Abril, Mães de Peito, Just Real Moms

Voltar
Conheça nossas marcas:
Nûby
dreambaby
Adoleta
QUER SABER DAS NOVIDADES ANTES DE TODO MUNDO?
INFORME SEU E-MAIL AQUI ;)